Vamos falar sobre fibras no concreto? – Parte III

Fala galera, tudo certo?! Bom, no post de hoje vou dar continuidade em nossa série de artigos sobre as fibras no concreto. Se você não conferiu o último post, em que falei sobre algumas características que são melhoradas com a adição desse material ao concreto, sugiro que clique aqui antes de prosseguir. Abaixo, vou falar um pouco sobre alguns exemplos de uso do concreto reforçado com fibras. Então rola a tela para baixo e continue conferindo esse artigo!

Uso #1: Concreto Projetado

Quando fibras são adicionadas ao concreto projetado, as mesmas dão uma incrementada em sua durabilidade. Utilizemos um túnel como exemplo; Se o seu revestimento primário de concreto projetado estiver fissurado, por causa de esforços de flexão elevados, as fibras podem ser usadas como um suporte, já que essas se adaptam às forças de tração. A relação entre concreto e fibra eleva a capacidade mecânica desse revestimento.

Uso #2: Lajes, pisos e pavimentos rodoviários.

Quando se utiliza fibras em lajes de contrapiso, pisos de concreto e pavimentos rodoviários, isso reduz consideravelmente as fissuras de retração por secagem. Além disso, auxilia na estabilização do traço do concreto. Tal material também permite melhor comportamento à flexão e maior resistência ao impacto. Dessa forma, é possível diminuir o reforço e aumentar o espaçamento entre as juntas. Além disso, elas também auxiliam na prevenção do cisalhamento nas juntas e bordas perimetrais. Sendo assim, essas lajes, pisos e pavimentos rodoviários construídos a partir do concreto reforçado com fibras têm sua durabilidade ampliada expressivamente.

Uso #3: Microconcreto para pisos

Usam-se fibras em diferentes tipos de acabamento de pisos. Isso ocorre para melhorar a trabalhabilidade do microconcreto ou argamassa no estado fresco. Dessa forma, tal material melhora a durabilidade e qualidade dessa camada, através da distribuição controlada de fissuras e redução na retração. Já na fase de endurecimento, ao invés da formação de grandes fissuras, são formadas fissuras pequenas, das quais causam danos significativamente menores ao acabamento. Além disso, esse reforço também aumenta a resistência ao impacto e à quebra da argamassa.

Uso #4: Concreto pré-moldado

A utilização das fibras nesse tipo de concreto possibilita a confecção de peças mais leves e econômicas. Isso, devido à viabilidade de redução da armadura. A distribuição homogênea das fibras por toda a seção transversal do concreto também garante uma alta resistência ao impacto, principalmente nas bordas e cantos das peças. Esse fato proporciona uma instalação segura, livre de avarias. O uso das fibras sintéticas permite que não haja riscos de lesão aos trabalhadores envolvidos, tanto no processo de fabricação, quanto no processo de instalação de tais elementos.

Uso #5: Reparos

As argamassas produzidas com fibras apresentam maior durabilidade, além de permitir melhor distribuição de carga. Elas também elevam a capacidade de trabalho, por conta de sua habilidade de criar “pontes” entre as fissuras. Sua coesão interna melhorada também possibilita a aplicação por projeção com espessuras maiores, ampliando o volume de aplicação e diminuindo o custo global.

Uso #6: Concreto de alta resistência (CAR) e Concreto de alto desempenho (CAD)

Esses tipos de concreto são usados em elementos finos, dos quais exigem uma alta estabilidade estrutural em condições extremas, como sismos, por exemplo. Para tais casos, o uso de fibras finas e curtas com um alto módulo de elasticidade possibilita a diminuição do uso do concreto protendido, como forma alternativa. Isso porque a combinação entre fibras e cabos de protensão no concreto aumenta a capacidade de absorção de energia das estruturas construídas por intermédio de tal método.

Concluindo…

Bom galera, por hoje é isso aí! Bem, se você gostou dessa postagem, compartilhe com suas redes de contato, propague a informação por aí! Afinal, sua dúvida pode ser a mesma que a de outras pessoas que você conheça. E se você ainda não é inscrito, inscreva-se no nosso Blog e receba as nossas atualizações, beleza?

Agora, se você já é inscrito e gostou ou não dessa postagem, ou tem alguma sugestão, deixe um feedback aqui embaixo. Sua opinião é muito importante para a evolução do nosso conteúdo.

Até a próxima!

Amanda Lima.

 

0 Comentários

Deixe seu comentário.

SiteLock