Vale a pena aprender a usar: XVigas

Fala galera, tudo certo?! Bom, vamos dar continuidade a nossa série de artigos sobre ferramentas que vale a pena (ou não kkk) aprender. E hoje, a ferramenta escolhida para avaliarmos é a XVIGAS. Vejamos um pouco sobre esse site/aplicativo e, vamos descobrir se ele pode ou não, dar uma força em suas aulas de RM, teoria das estruturas etc…..

O que é o XVigas?

Trata-se de um aplicativo desenvolvido para fins educacionais, que realiza cálculos de estruturas isostáticas e hiperestáticas, auxiliando estudantes na resolução de exercícios práticos. Não encontrei informações sobre seu autor nem na versão online do aplicativo, nem em fontes externas. A única informação que há no site, fala sobre os objetivos e aplicações do projeto XVIGAS, além do fato do mesmo ter sido desenvolvido em 2004.

Vantagens e desvantagens do XVIGAS…

Vamos à primeira parte que interessa. Particularmente, não é o meu aplicativo favorito para resolver exercícios relacionados à resistência dos materiais. Entretanto, ele possui seus pontos positivos. Um deles, é o fato do mesmo realizar cálculos tanto de vigas isostáticas, quanto hiperestáticas, abrindo mais possibilidades para o estudante.

Outro ponto positivo é a versão web do aplicativo, que possibilita ao estudante não precisar baixar o aplicativo, podendo usá-lo em qualquer equipamento com internet.

Uma outra parte interessante sobre ele, é o fato do aplicativo dar a possibilidade ao usuário de inserir as informações sobre o material a ser usado na estrutura (diferente do VIGA ONLINE, por exemplo). Com as informações sobre o material (tipo, módulo de elasticidade, inércia etc.), os resultados ficam mais próximos da realidade.

Agora, vamos aos pontos que não me agradam nesse aplicativo… Lembrando galera, que essa é a minha opinião! E, o fato de eu não curtir algumas coisas no aplicativo, não significa que ele seja ruim e que não tenha me ajudado algumas vezes (e possa ajuda-lo também kkkk)… Bom, primeiramente, não acho o aplicativo muito intuitivo, dificultando sua utilização. A versão web é mais fácil de ser usada.

Além disso, outro ponto que não curto muito é o fato dos gráficos não aparecerem com os resultados. As informações gráficas aparecem na tela e os resultados vem separados das mesmas. Para mim, quando ambos aparecem juntos, é mais fácil de fazer a assimilação das informações.

Vamos ver, agora, como ele funciona?!

Botando a mão na massa!

Eu preferi mostrar aqui como a versão web funciona. Afinal, particularmente, eu prefiro utiliza-la, ao invés do aplicativo mesmo. Quando você acessar a versão web do XVIGAS, aparecerá a seguinte tela.

As primeiras informações que você preencherá serão relacionadas à viga. O aplicativo pede a dimensão dela (em metros), o módulo de elasticidade (que você escolhe, a partir do tipo de material) e a inércia (que você pode usar a calculadora do site, fornecendo as dimensões da seção transversal da viga). No nosso exemplo, estou usando como material a madeira (para diferenciar um pouco) e as dimensões da seção transversal de 0,50 x 0,50m.

Depois disso, será solicitado que você informe o tipo de estrutura, de acordo com sua estabilidade, ou seja, se a mesma será isostática ou hiperestática. Para ficar diferente dos posts anteriores, dessa vez, escolhemos desenvolver uma estrutura hiperestática.

Agora, o aplicativo pede a posição dos apoios.

Externos, Cargas Distribuídas Constantes e Cargas Distribuídas Trapezoidais. E, antes do botão “Calcular” você tem um esquema, para visualizar a situação da viga:

Agora, é só apertar calcular para ver a mágica acontecer. Como a página não gera o link do cálculo executado, vou deixar aqui abaixo as imagens dos cálculos.

Então, para concluir…

Bom galera, essa foi mais uma opção de aplicativo que deixamos aqui para você, querido leitor, poder se virar com seus cálculos! Para baixa-lo ou acessar sua versão web, basta clicar aqui e conferir! Nosso intuito aqui, é abrir as possibilidades para você agregar mais conhecimento ao seu cotidiano! Afinal, existem inúmeros aplicativos, que podem auxiliar nossa jornada, dentro da Engenharia! Então, esperamos que tenha curtido!

E, se você gostou do artigo e acha que essa informação pode dar uma força para algum conhecido, compartilha em suas redes sociais! Ajude nosso blog a propagar o conhecimento da nossa amada Engenharia para mais e mais pessoas! Caso queira deixar alguma crítica ou sugestão, sinta-se à vontade!

Afinal, o espaço aqui embaixo é para isso e, esse blog é tão seu quanto nosso!

 

Até a próxima!

Amanda Lima.

0 Comentários

Deixe seu comentário.

SiteLock