Programe Arduino em Ladder com SoapBox Snap

Fala galera, beleza? No post de hoje, vamos mostrar como programar seu Arduino com a linguagem Ladder, através do software SoapBox Snap. Vamos explorar e, claro, mostrar um exemplo prático para você, querido leitor. Antes de tudo, vamos entender mais a respeito da linguagem Ladder.

Você conhece a linguagem Ladder?

Bom, alguns aqui devem conhecer e outros não. Mas, a linguagem Ladder é largamente utilizada para programação de CLPs, devido a sua forma gráfica, utilizando bobinas, contatos NA ou NF e outros elementos muito utilizados em circuitos elétricos, baseados em relé. A mesma é bastante utilizada por Técnicos e Engenheiros, da área de Elétrica/Automação, justamente por isso. Pois, eles estão acostumados a trabalhar com a lógica a relés e a curva de aprendizado para trabalhar com Ladder é mais rápida comparada a outras linguagens.

Uma curiosidade, em relação a linguagem, é o seu nome Ladder. O seu nome foi dado, devido ao fato da disposição dos contatos e das bobinas serem em geral de maneira vertical, lembrando o formato de uma escada. Cada lógica de controle é denominado de rung (degrau), formado por linhas e colunas.

Fonte: https://www.plcacademy.com/ladder-logic-tutorial/

Agora que compreendemos um pouco a respeito da linguagem Ladder, vamos entender o que é o SoapBox.

O que é o SoapBox Snap?

O SoapBox Snap é um software aberto, para programação Ladder. Este editor de Ladder contém as instruções padrões da linguagem como: bobinas, contadores, temporizadores, contatos NA, contatos NF, etc.

Além disso, é possível programar o Arduino através da linguagem Ladder, sendo compatível com os modelos UNO, Nano e Mega.

O download do software pode ser feito, através da seguinte url: http://soapboxautomation.com/products/soapbox-snap/, sendo totalmente gratuito.

No site oficial, são apresentados os pré-requisitos para instalação do software. Um deles é a instalação do Phidget 32 ou 64 bits. Com isso instalado, faça o download e a instalação do software.

Com o software instalado, vamos a algumas preparações necessárias, para trabalhar com o Arduino.

Trabalhando com Arduino e SoapBox Snap

O próprio site oficial do software dá o passo a passo, para que seja possível comunica-lo ao Arduino. Caso você não tenha problemas em ler instruções em inglês, poderá acompanhar facilmente. Aqui, estou considerando que você já instalou o software e já possui a IDE do Arduino instalada em sua máquina. Precisamos, apenas, instalar a seguinte biblioteca auxiliar Timer 1 (http://playground.arduino.cc/Code/Timer1).

Com a biblioteca devidamente instalada, acesse o seguinte caminho e dê um duplo clique, para abrir o sketch:

C:\Program Files (x86)\SoapBox Automation\SoapBox Snap\ArduinoFirmware
Obs.: Geralmente é este o caminho, onde ficará o sketch ArduinoFirmware.ino

Ao abrir o arquivo, selecione a placa, a porta COM e, por fim, clique em Upload. Aguarde alguns instantes, enquanto o programa é compilado.

Obs.: No próprio site oficial, é informado que, caso você utilize o Arduino Mega ou Nano, é necessário comentar a linha, inserindo // #define UNO no arquivo BoardSelect.h e remover o comentário, na placa que utilizar. Por exemplo, se utilizar o Arduino Mega, remover o comentário em #define MEGA.

Ao finalizar o processo de compilação, havendo sucesso, o led embutido da placa começará a piscar a cada 1s, demonstrando o funcionamento. Além disso, você poderá abrir o Monitor Serial com baud-rate 115200 e enviar alguns comandos.

Agora que já estamos com o tudo pronto, vamos ao nosso exemplo utilizando a linguagem Ladder, programando o Arduino.

Comunicando com o Arduino…

Temos o software devidamente instalado, o sketch já carregado no Arduino, agora vamos mostrar como comunicar o software com a placa. Para isso, abra o programa, clique na opção New Program e será aberta a tela inicial.

Com isso, clique com o botão direito do mouse em cima da opção RunTime. Depois, selecione a opção Properties, ao fazer isso, você abrirá a tela de configuração, conforme a seguir:

Dentro das configurações, na opção Type, clique na lista e selecione a opção SoapBox Snap Arduino RunTime. No campo Address, insira a COM a qual a sua placa está conectada. Por fim, no campo Configuration definiremos a saídas, no nosso caso, apenas 1 saída digitando o seguinte comando:

config-output 8

Sendo assim, configuramos o pino 8 como uma saída digital. Ao final de tudo, clique no botão Apply e, por fim, clique em OK.

Depois dessas configurações, clique novamente com o botão direito do mouse em cima da opção RunTime. Depois, clique em Connect, será exibida uma mensagem, solicitando que salve o arquivo. Salve-o no diretório de sua preferência.

Em seguida, vá na opção Device Configuration, clique em Device Read Configuration e será exibida uma mensagem. Clique no botão OK, para confirmar e você perceberá que surgirá local I/O, listando as entradas e saídas do Arduino.

Como podemos observar, apenas temos uma saída, que no caso é o pino 8. Caso queiramos outras saídas, dentro das configurações, devemos configurar o pino como saída, caso contrário, o mesmo é lido como entrada.

Hora de programar…

Até agora, baixamos o software e só preparamos o ambiente, para nosso experimento. No caso, faremos algo simples, mas prático. Vamos trabalhar com uma entrada e uma saída. Com o seguinte funcionamento, o botão ligará a saída do Arduino e manterá o led acesso.

Para este experimento, precisaremos de:

1 Arduino UNO;

1 Push-button;

1 LED Vermelho 5mm ou a cor que desejar;

1 Resistor de 10kΩ;

1 Resistor de 330Ω.

E, claro, que alguns fios jumpers.

A montagem do esquemático ficará como a seguir.

O diagrama é bem simples de montar e o software é, relativamente, intuitivo. Caso você já tenha alguma experiência com CLP, conseguirá utilizá-lo.  Utilizamos o seguinte:

  • 1 Contato NA: botão liga, pino 2;
  • 1 Contato NA: selo para manter a bobina de saída ligada;
  • 1 Bobina: saída para ligar o pino 8.

Após inserir os blocos, configure os mesmos, conforme imagem a seguir. E, por fim, clique novamente com o botão direito do mouse, em cima da opção RunTime, clique em Connect e selecione a opção de Download. Isso porque, você fará o Download do programa no Arduino.

Um grande motivo de confusão!

Realmente, tem muita gente que confunde as opções Download e Upload. Em resumo, o Download passa o programa do computador para o CLP e, o Upload, carrega no computador o programa que está em sua memória. Muitos técnicos já passaram por bons apuros, por conta disso rs.

Feito isso, caso não tenha montado o esquemático, você pode testar o funcionamento. Clique com o botão direito em cima da entrada pin2, selecione a opção Force On. Esta opção forcará a entrada, para nível lógico alto e, consequentemente, a saída também irá para nível lógico alto. Sendo essa, uma excelente maneira de testar a funcionalidade do seu programa.

Com isso, temos nosso primeiro programa em Ladder para Arduino. Daí pra frente, sua criatividade e domínio da linguagem serão seus aliados.

Para finalizar…

Bom galera, espero que tenham gostado! Para muitos, a linguagem Ladder é um terror e, para outros, um paraíso… Principalmente, para atuantes no ramo de automação industrial. Espero que, tenham curtido e façam ainda mais exemplos, seja para treino, ou para projetos mesmo. Caso tenha alguma outra ferramenta para programar em Ladder com Arduino, que deseja compartilhar, não deixe de comentar aqui embaixo.

Gostou? Compartilhe e de seu feedback! Isso é fundamental para melhorarmos nosso conteúdo e produzir, ainda mais, artigos para ajudar mais e mais pessoas.

Muito obrigado e até a próxima!

Yhan Christian

 

 

0 Comentários

Deixe seu comentário.

SiteLock