Vamos falar de NR? NR08

Fala galera, tudo certo?! Bom, no nosso artigo de hoje vai falar sobre uma NR curtinha, mas que tem tanta importância quanto suas outras 35 irmãs… Estou falando da NR08. Se você não leu o artigo da semana passada, em que falamos sobre a NR06, sugiro que clique aqui e confira!

Bom, antes de qualquer coisa, a NR08 é aquela que traz especificações sobre as edificações. Nela, estão as condições mínimas estabelecidas para garantir o conforto e segurança a uma edificação e, consequentemente, àqueles que nela exercem algum tipo de trabalho.

Quais são essas condições?

Primeiramente, a norma fala sobre o pé direito que deve possuir tal edificação. Nela, não há um número ao certo, mas fica como regra às leis municipais cabíveis. Isto é, para saber o pé direito a ser adotado, conforme a NR08, você deve procurar o plano diretor da cidade em que irá construir e coletar tal informação a partir dele.

Outras informações citadas nessa NR são as condições para a circulação da edificação.

Segundo a NR, não deve haver saliências ou depressões no piso, para não atrapalhar a circulação de pessoas e materiais na edificação. Em português claro, nada de buracos ou irregularidades de qualquer origem no chão dessa edificação!

Outro ponto citado sobre circulação é a proteção de aberturas em paredes e pisos. Isso porque, tais aberturas sem a devida proteção, podem causar a queda de objetos e/ou pessoas. Afinal, não é todo mundo que anda olhando para todos os cantos, atento a tudo.

Além disso, também é falado sobre a resistência de pisos, escadas e rampas. Segundo a norma, ambos elementos da edificação devem ser resistentes o suficiente, para aguentar cargas móveis e fixas. Também, sobre esses elementos, é falado que os mesmos devem ser construídos conforme as normas técnicas cabíveis a eles e sua conservação deve ser mantida em perfeito estado. E, se nos mesmos houver perigo de escorregamento, será necessário o emprego de material ou método antiderrapante.

Ainda falando de circulação, na norma deixa claro que, em locais acima do solo deve-se empregar proteções contra quedas, que atendam as leis e normas municipais (consulte o código de obras) e promovam conforto e segurança.

Protegendo a edificação contra os intempéries…

Na NR08, também há uma parte que fala sobre a proteção das partes externas e internas da edificação contra os intempéries.

Nessa parte da norma, o primeiro tópico cita que, toda parte externa da edificação, bem como aquelas que separam suas unidades autônomas, devem estar de acordo com as normas técnicas referentes à: resistência ao fogo, isolamento térmico, isolamento e condicionamento acústico, resistência estrutural e impermeabilidade. Além disso, nela ainda fala que, todos os pisos e paredes da edificação devem ser impermeabilizados e protegidos contra a umidade, sempre que se fizer necessário.

E, para finalizar essa norma, cita-se que a cobertura da edificação deve garantir sua proteção contra chuva e que, seus locais de trabalho devem ser projetados e construídos de modo a evitar a insolação ou falta dela. Em outras palavras, nada de goteiras ou problemas similares na cobertura e, quanto menos locais que não batam sol ou batam sol demais na sua edificação!

Concluindo…

Bom galera, por hoje é isso aí! Bem, se você gostou dessa postagem, compartilhe com suas redes de contato, propague a informação por aí! Afinal,sua dúvida pode ser a mesma que a de outras pessoas que você conheça. Ese você ainda não é inscrito, inscreva-se no nosso Blog e receba as nossasatualizações, beleza?

Agora, se você já é inscrito e gostou ou não dessa postagem, ou tem alguma sugestão, deixe um feedback aqui embaixo. Sua opinião é muito importante para a evolução do nosso conteúdo.

Até a próxima!

Amanda Lima.

0 Comentários

Deixe seu comentário.