Vamos falar de instalações elétricas…

Fala galera, tudo bem?! Bom, no post de hoje vamos falar um pouco sobre três princípios básicos, para uma correta execução da instalação elétrica de uma residência. Em obras residenciais, muitas vezes, essa parte não recebe a devida atenção, o que acaba gerando problemas mais adiante. Para que isso não ocorra, é necessário que se tenha atenção para os seguintes tópicos:

1)  Elaboração do projeto:

É preciso que o mesmo seja elaborado por um profissional habilitado. Isso parece óbvio, mas muitas vezes, não é o que presenciamos na prática. Quando temos um projeto bem dimensionado, feito por um profissional da área, dentro das normas, com ART (Anotação de Responsabilidade Técnica) recolhida, é certo que o sistema terá a capacidade de atender a demanda da residência. Além disso, nós evitaremos o superdimensionamento ou subdimensionamento de materiais, tendo com isso, a certeza na quantidade de materiais comprados. E isso terá impacto direto no custo da obra.

2) Certificação dos materiais:

Os materiais de elétrica geram despesas numa obra de 2,5 a 5%, dependendo das características do projeto e do padrão residencial. A importância de materiais certificados está ligada, diretamente, a segurança da instalação como um todo. Isso porque, cabos e fios certificados possuem seções precisas, são retardantes de chamas e possuem a garantia de baixa emissão de fumaça tóxica (no caso de incêndios).

Além disso, o uso desses materiais garante que o circuito funcionará conforme projetado e garantirá a efetiva segurança tanto do patrimônio em si, quanto das pessoas que habitarão o local. Então, é indicado que se procure sempre por produtos que possuam o selo do Instituto Nacional de Metrologia, Normalização e Qualidade Industrial (Inmetro).

3) Qualificação na hora da execução:

Instaladores qualificados e habilitados geram em torno de 2 a 4% de gasto no custo final da obra. Porém, eles podem garantir a você o cuidado na aplicação do material e o respaldo nas alterações necessárias, durante a instalação. O recomendado é que se contrate um eletricista habilitado em um curso técnico, com experiência comprovada para a realização desse tipo de serviço.

Não se pode vacilar com a instalação elétrica de uma residência. Afinal, já foi constatado pelo Corpo de Bombeiros do Estado de São Paulo que, problemas na instalação elétrica é a segunda maior causadora de incêndios residenciais. Então, é melhor garantir antes do que chorar depois pelo leite derramado…

Bom galera, por hoje isso é tudo! Bem, se você gostou dessa postagem, compartilhe com suas redes de contato, propague a informação por aí! Afinal, sua dúvida pode ser a mesma que a de outras pessoas que você conheça. E se você ainda não é inscrito, inscreva-se no nosso Blog e receba as nossas atualizações, beleza? Agora, se você já é inscrito e gostou ou não dessa postagem, ou tem alguma sugestão, deixe um feedback aqui embaixo. Sua opinião é muito importante para a evolução do nosso conteúdo.

Até a próxima!

Amanda Lima.

0 Comentários

Deixe seu comentário.