Vale a pena aprender a usar: Site Viga Online.

Fala galera, tudo certo?! Bom, passei alguns posts nesse ano falando sobre alguns cálculos relacionados à RM, estruturas etc…. Entretanto, nunca dei nenhuma dica, com relação a programas ou sites que podem lhe auxiliar nesses cálculos. Então, resolvi nessa etapa, fazer isso! Vou mostrar algumas ferramentas que, de alguma forma, salvaram meu cérebro da dúvida se eu estava calculando meus exercícios corretamente, ou se estava fazendo cagada…

Para começar, vou falar do site VIGA ONLINE , que é bem simples de ser usado. Mas, vai por mim, não duvide do potencial dessa ferramenta!

O que é o VIGA ONLINE?

Bom, esse site é um projeto desenvolvido por Tiago Fonseca Costa, Engenheiro Mecânico formado pela Universidade Federal da Paraíba, na época em que o mesmo era aluno (no site mostra sua descrição como aluno da universidade, porém pesquisamos e descobrimos que o mesmo se formou em 2017). Segundo a descrição no final do site, o objetivo desse projeto é, justamente, auxiliar estudantes de engenharia e engenheiros a desenvolver cálculos relacionados a carregamentos de vigas: reações de apoio, diagramas de esforço cortante e momento fletor… Além de você conseguir visualizar os diagramas, graficamente, o site ainda lhe mostra todo o passo a passo dos cálculos bem explicadinhos!

Vantagens e desvantagens de uso…

Uma de suas grandes vantagens é o fato do mesmo ser totalmente gratuito. E, além disso, não se tratar de um programa ou site que obrigue o usuário a realizar cadastro, para usufruir de seus benefícios. Basta o usuário acessar o site, descrever seu problema, clicar em resolver viga e pronto!

Outra vantagem que, não posso deixar de citar aqui, é a facilidade para a compreensão do site. Trata-se de uma ferramenta, extremamente, intuitiva. Com um Layout bem clean, o usuário consegue se virar, sem problemas.

Por último, mas não menos importante, uma característica muito legal é que o site é compatível com celular e tablet. Isto é, quando você quiser acessá-lo de seu aparelho móvel, o site não vai ficar bugado e sua visualização é tão clean, quanto no computador.

Agora, do MEU PONTO DE VISTA (que fique bem claro), uma de suas desvantagens é o fato de não haver uma forma para exportação de arquivos. Caso você queira exportar os gráficos e os cálculos, vai ter que fazer o famoso Ctrl+C/Ctrl+V. E, além disso, ele só faz cálculos para vigas isostáticas retas. Caso você queira calcular uma viga inclinada, ou hiperestática, vai ter que procurar outro recurso. Mas, tais desvantagens não tiram os méritos que o programa possui.

Agora chegou a hora do teste!

Você pensou que eu não fazer um teste com vocês?! É claro que vamos ver como o site funciona juntos! Primeiramente, você deve descrever seu problema no site. O primeiro item é o comprimento da viga. No nosso exemplo, nossa viga terá 15 metros.

Depois, é a vez de colocar os apoios nessa viga. Você escolhe se seu apoio é móvel (rolete), fixo (pino) ou engaste. E, além disso, você diz a quantos metros da viga ficará posicionado cada apoio. Em nosso caso, colocaremos um rolete em 3 metros da viga e um pino em 12 metros.

Agora, vamos definir nosso carregamento para essa viga. Esse carregamento pode ser pontual, distribuído ou um momento externo à viga. Quando se trata de carregamento pontual ou momento externo, você deve descrever sua posição na viga e seu valor em Newtons (m). Agora, quando você descrever uma carga distribuída, deverá inserir os seguintes dados: posições inicial e final, valores inicial e final. Em nosso caso, vamos inserir dois tipos de carregamentos: um distribuído e outro pontual, conforme a imagem a seguir.

Agora que temos todos os dados inseridos no site, é só clicar em resolver vigas e conferir o resultado sendo gerado em segundos!

Não vamos colocar aqui o cálculo inteiro, mas deixaremos abaixo o link dessa viga resolvida, caso você queira entender com mais detalhes o problema solucionado, como todos os cálculos foram feitos e, como o programa chegou nos diagramas a seguir:

Importante!

Lembre-se que, caso seu problema esteja em outra unidade que não seja N (Newton), realize a conversão antes de inserir os dados no programa!

Concluindo…

Bom galera, espero que vocês tenham curtido o artigo! Nosso intuito aqui, foi mais trazer uma ferramenta que possa ajudá-lo com a solução de problemas simples de RM. Na próxima semana, traremos outra ferramenta tão útil quanto o VIGA ONLINE… Não deixe de conferir!

E, se você gostou do artigo e acha que essa informação pode dar uma força para algum conhecido, compartilha em suas redes sociais! Ajude nosso blog a propagar o conhecimento da nossa amada Engenharia para mais e mais pessoas! Caso queira deixar alguma crítica ou sugestão, sinta-se à vontade! Afinal, o espaço aqui embaixo é para isso e, esse blog é tão seu quanto nosso!

Até a próxima!

Amanda Lima.

0 Comentários

Deixe seu comentário.