Primeiros Passos com NodeMcu – Leitura de ADC com Micropython

Olá meus queridos caiçaras, tudo bem? No post de hoje, vamos finalizar essa série mostrando os primeiros passos, com a incrível plataforma que é o NodeMcu. Se você não viu os posts anteriores, clique aqui e não deixe de conferir. Para finalizar com chave de ouro, vamos explorar um pouco das possibilidades dessa placa com Micropython. Será uma aplicação simples, mas extremamente importante: a leitura de um dado analógico.

Alguns pré-requisitos

No exemplo de hoje, vamos utilizar o Micropython para a aplicação. Caso não tenha visto o artigo anterior “Primeiros Passos com NodeMcu – Conheça o Micropython“, recomendo fortemente a leitura. Lá explico o passo a passo para instalar o firmware e fazer o primeiro teste. Além do Micropython, você pode utilizar o Putty ou o ESPlorer, para escrever o código do exemplo.

Escolhi usar o ESplorer, pois ele permite além de trabalhar com a linguagem Lua através do firmware Nodemcu, trabalhar com a linguagem Python através do Micropython. É uma IDE simples e bastante intuitiva, sendo melhor do que ficar digitando comandos no terminal rs.

Vamos colocar a mão na massa…

Vamos precisar para o projeto do artigo os seguintes componentes:

1 – Protoboard;

1 – Potenciometro de 10kΩ;

Fios Jumpers.

Além, claro, da placa NodeMcu. A ligação do circuito é realizada, conforme imagem abaixo:

Após finalizar montagem, plugue o USB no Nodemcu e no computador novamente. Abra o ESPlorer e vamos alterar apenas uma configuração. Vá à opção Settings e selecione a opção MicroPython.

Feito isso, retorne a aba Scripts. Altere a velocidade de baud-rate para 115200 e clique no botão Open. Após realizar essa ação, clique no botão reset do Nodemcu localizado na placa, próximo ao conector USB e identificado com RST. Com isso, será exibida a mensagem confirmando a versão do firmware instalado.

Leitura do ADC…

Já nos familiarizamos com a interface do ESPlorer e percebemos que, no lado esquerdo da IDE, podemos digitar o script que desejamos enviar ao ESP-8266. O nosso projeto consiste em realizar a leitura de um pino analógico e exibição dessa informação no console serial. É algo relativamente simples, mas importante compreender.

Em resumo, vamos ler a porta D3, que é o GPIO0 do Nodemcu.

Ele também pode ser utilizado como porta analógica, ao mexer no potenciômetro, consequentemente o valor lido pelo ADC irá variar. O script é o seguinte:

Após digitar e ou copiar o código, clique em Send to ESP. Você perceberá ao lado direito da tela, as mensagens de log do monitor serial.

Experimente mexer no potenciômetro, você perceberá que o valor lido será diferente.

Obs.: Caso tenha problemas para enviar o script ao ESP, ou surgir mensagens de erro por falha de comunicação, pressione o botão de reset do NodeMcu. Ele está localizado próximo ao conector usb, identificado como RST. Feito isso, clique novamente em Send to ESP ou reinicie o ESPlorer e faça o processo, outra vez, de comunicação com a placa.

O funcionamento, em resumo, é ler o dado analógico e atualizar a leitura a cada 1s, tempo esse definido através de time.sleep_ms(1000).

Para finalizar …

Bom galera, eu creio que este artigo tenha sido o mais objetivo da série. Quis fazer algo dinâmico e direto ao ponto. As possibilidades com o Nodemcu são muitas… Além das possibilidades de programá-lo, sendo mais usada a IDE do Arduino, pela comunidade que já tem familiaridade com mesma. Mas, quis mostrar outras possibilidades, seja com a linguagem Lua (o qual ele foi projetado para trabalhar) ou com Micropython, que é interessante de ser explorado.

Se você tiver curiosidade, o site do Micropython tem uma documentação muito bacana, com outras aplicações, como a leitura de sensor de temperatura e humidade DHT11, e algumas funcionalidades do ESP. De uma olhada: https://docs.micropython.org/en/latest/esp8266/esp8266/tutorial/intro.html.

Com isso, finalizamos a apresentação do NodeMcu. E, com certeza, teremos mais artigos, com projetos mais complexos, explorando o potencial dessa plataforma.

Bom galera, eu espero que tenham gostado. Se você tem qualquer dúvida e ou sugestão, deixe seu comentário! Terei o prazer de responder. Além disso, não deixe de compartilhar este artigo, pois sua dúvida pode ser a de outras pessoas.

Gostou? Compartilhe e de seu feedback! Isso é fundamental para melhorarmos nosso conteúdo e produzir, ainda mais, artigos para ajudar mais e mais pessoas.

Muito obrigado e até a próxima!

Yhan Christian

 

 

0 Comentários

Deixe seu comentário.