No laboratório: Ensaio para determinação de massa específica de agregados miúdos.

Fala galera, tudo bem?! Bom, nós, da área da engenharia civil, somos tachados (pelas nossas irmãs engenharias) como os Brucutus do canteiro de obras… Como se nossa vida se resumisse a bloco, areia, pedra, cimento e aço: Levantar pilar, viga, laje, paredes, telhados etc. etc. etc…. Mas nós vamos além disso! E, precisamos entender toda a ciência por trás do material, que utilizamos em campo. Nessa hora entra em ação as aulas de laboratório, tão amadas pelos alunos de engenharia civil…

No nosso post de hoje, falaremos um pouco sobre o ensaio para a determinação da massa específica dos agregados miúdos. Ele é um ensaio simples, entretanto, muito importante. Bora entender do que se trata esse teste?!

O que é massa específica?

A massa específica é a relação entre a massa certa substância e o volume ocupado pela mesma. No caso dos agregados, temos a massa específica real, que é quando excluímos os vazios entre os grãos e os permeáveis nos cálculos, e a massa específica aparente, em que esses vazios entre os grãos e os permeáveis são inclusos.

A massa específica que abordaremos nesse post é a real e sua unidade de medida é expressa em kg/m³.

Determiná-la é importante, porque através dessa informação é possível calcularmos o agregado da melhor forma para a elaboração do volume do traço do concreto, por exemplo.

 

Qual o método usado no ensaio em questão?

O método que descreveremos nesse post é o ensaio realizado através do frasco de Chapman. Esse ensaio é normatizado, no Brasil, pela NBR 9776/1987 – Agregados – Determinação da massa específica de agregados miúdos por meio do frasco Chapman.

Ensaio:

Para esse ensaio é utilizado:

Equipamentos:

  • Balança com sensibilidade de 0,1 g;
  • Frasco Chapman;
  • Espátula;
  • Funil;
  • Pipeta;
  • Pá;
  • Estufa;
  • Cápsula de porcelana.

Material:

  • Amostra de agregado miúdo;
  • Água.

Primeiramente, deve-se secar a amostra de agregado miúdo na estufa a 110°C de temperatura, até constância de seu peso. Depois disso, tal amostra deve ser resfriada, até atingir a temperatura ambiente. Dessa amostra, deve-se pesar 500g e separar para o passo seguinte do ensaio.

Pega-se o frasco de Chapman e o mesmo deve ser cheio de água, até atingir-se a marca de 200 cm³. Feito isso, introduz-se com cuidado as 500g de amostra no frasco, com o auxílio do funil. Então, deve-se agitar o frasco, cautelosamente, com movimentos circulares, a fim de eliminar as bolhas de ar. É importante que, as paredes do frasco não contenham grãos aderidos.

Depois disso, deve-se realizar a leitura final do nível da água, que representa o volume de água deslocado pelo agregado (L). Todo esse processo, então, deve ser repetido.

Com o resultado da leitura do frasco (L), determinamos a massa específica através da expressão:

Em que:

500 = a massa da amostra, expressa em g (gramas);

200 = o volume inicial da água inserida no frasco, expresso em cm³;

L = leitura final do frasco (volume ocupado pela água + agregado miúdo).

Devemos estar atentos a duas coisas importantes, com relação aos resultados obtidos:

  • Para o ensaio ser satisfatório, de acordo com a norma, duas determinações consecutivas feitas com amostras do mesmo agregado, não podem diferir entre elas mesmas de mais de 0,05 g/cm³. Isto é:

  • O resultado deve ser expresso com três algarismos significativos.

Tentamos encontrar o porquê do frasco ter o nome de Chapman, a história por trás do teste e tudo mais… Todavia, não encontramos nada a respeito disso :(‘. Apenas o passo a passo do procedimento mesmo. Agora, se você, caro leitor, souber nos falar sobre essas curiosidades, deixa aqui nos comentários, beleza?!

Bom galera, por hoje é isso aí! Bem, se você gostou dessa postagem, compartilhe com suas redes de contato, propague a informação por aí! Afinal, sua dúvida pode ser a mesma que a de outras pessoas que você conheça. E se você ainda não é inscrito, inscreva-se no nosso Blog e receba as nossas atualizações, beleza? Agora, se você já é inscrito e gostou ou não dessa postagem, ou tem alguma sugestão, deixe um feedback aqui embaixo. Sua opinião é muito importante para a evolução do nosso conteúdo.

Até a próxima!

Amanda Lima.

 

0 Comentários

Deixe seu comentário.