Motor de Indução Trifásico e Fator de Potência

Beleza pessoal! Nesse post, quero chamar atenção para uma característica do motor de indução trifásico, que poucos prestam atenção. Porém, se você ficar atento, pode ser um diferencial de conhecimento técnico.

Com a eletrônica de potência, sempre vamos querer controlar motores trifásicos, principalmente os de indução, tipo gaiola de esquilo, devido sua simplicidade e vasta aplicação. Então, conhecer suas características nos ajudará a controlar ou aplica-los melhor.

Aqui o foco são acionamentos diretos. Portanto, sem utilização de qualquer tipo de drive, porque vamos discorrer do assunto Fator de Potência de um motor de indução trifásico.

Fator de Potência

Se você frequenta ambiente industrial, sabe que é muito comum o assunto Fator de Potência. Porque, a utilização de cargas indutivas, por exemplo, os motores trifásicos, geram uma defasagem entre a forma de onda de tensão e a forma de onda de corrente. Portanto, esse ângulo de defasagem é chamado de Fator de Potência ou cosseno ϕ.

Também, é importante relembrarmos o conceito de Potência Ativa, Potência Reativa e Potência Aparente.

  • Potência Ativa: é a potência usada para realizar trabalho, ou seja, é de fato utilizada na conversão de energia elétrica em mecânica, térmica e outras. É medida em quilo Watts (kW).
  • Potência Reativa: é a potência utilizada nos campos eletromagnéticos das cargas indutivas ou capacitivas, que realmente não realiza trabalho. Sua unidade de medida é o quilo Volt-Ampere Reativo (kVAr).
  • Potência Aparente: é a potência instantânea medida multiplicando a tensão pela corrente. É medida em quilo Volt-Ampere (kVA).

Uma abordagem diferente do Fator de Potência

Nesse post, a abordagem do Fator de Potência é outra. Portanto, não vou ficar explicando o conceito de Potência Aparente, Ativa e Reativa. Então, demos uma relembrada básica para tratar de outro aspecto.

Quando você analisa uma plaqueta de motor de indução, um dos dados disponibilizados é o Cosseno ϕ. Veja uma plaqueta obtida do catalogo da WEG. Nesse exemplo o cos ϕ = 0,87.

As seguintes curvas características foram obtidas do site da WEG, Catálogo Eletrônico 2000.

Quando você analisa o cosseno ϕ de uma plaqueta, então, você pode pensar que esse valor é constante para qualquer torque. Mas, analisando o gráfico, pode notar que os dados de plaqueta são dados nominais. Portanto, em plena carga, isso significa que o Fator de Potência da plaqueta é quando o motor está consumindo corrente nominal (100% do torque).

No gráfico, a curva característica do Fator de Potência, cor verde, deixa claro que dependendo do torque exigido, o Fator de Potência é alterado. Então, é sempre importante dimensionar o motor para a aplicação, porque se o motor estiver superdimensionado, seu Fator de Potência será bem menor do que o dado de plaqueta. Logo, isso prejudica muito suas instalações, porque é mandatório manter um Fator de Potência geral da indústria acima de 0,92 (esse valor depende do contrato com a concessionária de energia).

É isso aí pessoal!

Bem, espero que você tenha entendido um pouco mais, sobre Fator de Potência de um motor de indução trifásico. Gostou? Se sim, compartilhe e de seu feedback! Caso tenha dúvidas comente aqui embaixo.

Ismael Lopes

0 Comentários

Deixe seu comentário.