Instalações Elétricas: Eletroduto

Fala galera, tudo certo?! Bom, hoje vamos prosseguir com nossa série de artigos sobre instalações elétricas e o assunto de hoje é ELETRODUTO. Afinal, você sabe como se deve dimensiona-los?! Quais regrinhas básicas devem ser seguidas? Não?! Então rola a tela para baixo e confira os principais tópicos que separamos para você, caro leitor, ficar por dentro desse assunto…

Para começo de conversa…

Primeiramente, para aqueles que não sabem o que é um eletroduto…

Eletrodutos são tubos de metal ou plástico, rígidos ou flexíveis, usados para a proteção dos condutores contra umidade, ácidos ou choques mecânicos, dentro de uma instalação.

Depois dessa rápida definição, vamos à algumas regrinhas que devemos saber, na hora de dimensionar esse material dentro de uma instalação…

  • Nas instalações de baixa tensão, devemos instalar eletrodutos de PVC, quando as mesmas forem embutidas na alvenaria e metálicos, quando aparentes.
  • Dentro dos eletrodutos só podem ser instalados cabos isolados, unipolares e multipolares. Só é possível instalar um condutor nú dentro deles, quando os mesmos forem isolantes exclusivos e o condutor for destinado para aterramento.
  • Até se pode colocar condutores de diferentes circuitos no mesmo eletroduto, desde que esses tenham origem no mesmo quadro de distribuição.
  • Nada de querer projetar um trecho retilíneo de tubulação enorme! O trecho reto máximo que pode haver na instalação de um eletroduto equivale a 15 metros. Passada essa dimensão, devem ser instaladas caixas de derivação. Para trechos com curva de 90°, esse valor caí para 3 metros, a cada curva.
  • Para cada trecho entre 2 caixas de derivação, 2 extremidades ou 1 caixa e uma extremidade, devem haver, no máximo, 3 curvas de 90°, ou seu equivalente, no máximo, 270°. Essas curvas não devem possuir deflexão maior do que 90°.
  • A área máxima que os condutores devem ocupar dentro de um eletroduto está, diretamente, relacionada à sua quantidade. Isto é: “Quando houver 1 condutor dentro do eletroduto, esse deve ocupar no máximo 53% da área do mesmo. Quando forem 2 condutores dentro do mesmo eletroduto, a área máxima que eles deverão ocupar é o equivalente a 31%. Já quando esse número for igual a 3 ou mais condutores, a porcentagem aumenta para 40%.”
(Quer saber mais sobre Instalações elétricas? Então, baixe agora nosso e-book clicando aqui!).
  • As caixas de derivação (ou passagem) devem ser previstas nas seguintes situações:
    • Para divisão de tubulação, se necessário;
    • Nos pontos de emenda ou derivação dos condutores;
    • Em todas as entradas e saídas de cabos e condutores na tubulação. Essa última regra só não se aplica no caso de pontos de transição de linha aberta para linhas em eletroduto. Nesse caso, ele deve ser arrematado com bucha.
  • Quando a instalação é feita em locais inacessíveis, onde não dá para instalar as caixas de derivação, a distância máxima entre as mesmas pode aumentar, desde que: “Seja calculada a distância máxima permitida, contando com as curvas e, para cada 6m, ou fração, de aumento dessa distância, seja usado um eletroduto de seção nominal superior, ao que seria normalmente usado.”.
  • Antigamente, aqui no Brasil, os eletrodutos eram reconhecidos por seu diâmetro interno, sendo medido em polegadas. Atualmente, eles são designados por um tamanho nominal, ou seja, um número simples sem unidade de medida.
  • Um dos métodos para se calcular a dimensão do eletroduto é o seguinte:
    • Determine a seção dos condutores que passarão por dentro do eletroduto;
    • Depois, calcule a área total de cada condutor (considerando a camada de isolação). Para isso, consulte a tabela abaixo:

  • Agora, some as áreas dos condutores que passaram por dentro do eletroduto a ser dimensionado;
  • Através das tabelas a seguir (eletroduto de PVC rígido e eletroduto de aço galvanizado), você pega o resultado do item anterior e consulta a segunda coluna – 40% da área. O valor a ser adotado, para a determinação do tamanho do eletroduto, é o imediatamente superior à dimensão da somatória das áreas dos condutores.

Por exemplo, de acordo com a tabela do item “b”, se a somatória de 5 condutores de seção nominal 2,5 mm² é igual a 53,5 mm², logo consultando a tabela correspondente ao Eletroduto de PVC rígido, vemos que o eletroduto a ser adotado para esses condutores é o de tamanho nominal 20. Isso porque sua ocupação máxima de 40% da área corresponde a 85 mm², ou seja, o valor maior imediato correspondente na tabela.

(Quer saber mais sobre Instalações elétricas? Então, baixe agora nosso e-book clicando aqui!).

Concluindo…

Bom galera, por hoje é isso aí! Bem, se você gostou dessa postagem, compartilhe com suas redes de contato, propague a informação por aí!

Afinal, sua dúvida pode ser a mesma que a de outras pessoas que vocêconheça. E se você ainda não é inscrito, inscreva-se no nosso Blog e receba as nossas atualizações, beleza?

Agora, se você já é inscrito e gostou ou não dessa postagem, ou tem alguma sugestão, deixe um feedback aqui embaixo. Sua opinião é muito importante para a evolução do nosso conteúdo.

Até a próxima!

Amanda Lima.

0 Comentários

Deixe seu comentário.