Eletrônica Industrial – Conheça o Servodrive

Fala galera, beleza? No post de hoje, vamos conhecer mais um equipamento, largamente utilizado na indústria. Trata-se do servo drive. Afinal, você sabe para que ele serve e suas principais aplicações? Confira o artigo comigo, rolando a tela para baixo.

O que é um Servodrive?

O Servo drive é um dispositivo eletrônico, com o objetivo de controlar o torque e a rotação de um servomotor, conforme o sinal de realimentação do servomecanismo, realizando os ajustes necessários para obter a máxima precisão.

Fonte: https://www.perautomacao.com.br/servo-drive-asd-a2-1021-m-1kw-220v-3-1f-can-delta-p80/

O controle é responsável pelo cálculo do movimento a ser realizado, enviando um sinal para o drive. O drive por sua vez, envia o sinal de tensão/corrente necessário para movimentação precisa do servomotor, podendo controlar as seguintes variáveis: torque, velocidade e precisão.

Fonte: https://www.motioncontroltips.com/faq-what-is-a-servo-drive/

Pode-se perceber aqui, o uso de uma função de transferência de malha fechada, uma aplicação de sistemas de controle. Em resumo, o servo drive utiliza uma das variáveis, em geral o torque, para garantir o controle preciso do servomotor, ajustando o ganho, conforme sinal de realimentação, ou pra quem prefere o termo em inglês (feedback).

Afinal o que é um servomotor?

São motores com finalidade de controle de torque e precisão, utilizados principalmentes em equipamentos que necessitam de extrema precisão.

Eles podem ser de corrente contínua (CC) ou de corrente alternada (CA), sendo utilizados para controle de  movimentos de alta precisão, reversão rápida e ótimo desempenho.

Sua principal diferença em relação aos motores convencionais é que, nos servomotores utilizamos encoders e o controlador, no caso o servo drive. Em resumo, um servomotor é um motor que vem com um encoder e tem um controlador, que lhe garante alta precisão.

É um tipo de motor destinado à robótica , pois necessita de controle de precisão, como robôs, máquinas-ferramentas, CNCs.

Fonte: http://hytechrepair.com/robots

Principais tipos de servomotores

Agora que conhecemos o servo drive e servomotores, vamos entender quais são os principais tipos e suas aplicações, como mencionado no inicio do artigo temos tanto de corrente contínua (CC) como de corrente alternada (CA).

  • Servos de corrente contínua: Basicamente, seu circuito consiste de um motor de corrente contínua e um potênciometro de realimentação, ou seja, seu circuito drive já vem embutido.  Sendo assim, fica simples projetar o controlador para este tipo de motor, onde a relação de torque e corrente elétrica é, diretamente, proporcional.
  • Servos de corrente alternada: Podendo ser o síncrono e o de indução, sendo o síncrono, mais encontrado, na indústria, também denominado como motor brushless, devido as suas características construtivas.

Como o foco do artigo é a demonstração do servodrive e suas aplicações, não entraremos em detalhes do funcionamento de servomotores.Recomendo a vocês um artigo muito interessante da Citystems inclusive com detalhes das características construtivas de cada tipo.

Por que e quando utilizar servomotores?

A resposta é bastante simples, caro leitor. Quando você precisa de controle PRECISO, é necessário empregar este tipo de motor, bem como servodrive para devido controle. O MIT, mesmo com inversor de frequência não consegue atender. Então, é necessário a aplicação de tal equipamento.

Sua principal desvantagem no uso industrial é custo.Ele é relativamente caro, mas em alguns casos necessários, é levado em consideração:

  • O que vou controlar?
  • Qual é o nível de precisão deste controle?
  • Meu sistema admitirá erros?

Com essas respostas em mãos, a equipe de projetos determina qual melhor solução para o problema.

Para finalizar…

Enfim galera, este foi um artigo mais informativo, mas de fundamental importância. Espero que tenham curtido a postagem…E, convido-lhesa dar mais aplicações e exemplos práticos do uso de servomotores e seus circuitos de controle. Esta é uma das aplicações da eletrônica e percebemos que, cada vez mais, ela domina o mercado. Então, compreender o funcionamento e parametrização de equipamentos, é fundamental para todo profissional da área.

Gostou? Compartilhe e de seu feedback! Isso é fundamental para melhorarmos nosso conteúdo e produzir, ainda mais, artigos para ajudar mais e mais pessoas.

Muito obrigado e até a próxima!

Yhan Christian

0 Comentários

Deixe seu comentário.