Desmistificando: Múltiplos e Submúltiplos

Olá, meus queridos caiçaras, tudo bem? No post de hoje, vamos desmistificar um assunto que acompanha o estudante de Engenharia, do começo ao final do curso e, também em muitos casos, na vida profissional.  Você sabe o que são múltiplos e submúltiplos das unidades? Tem alguma dificuldade com assunto e como realizar a conversão? Bom, você não está nesse barco sozinho e sei que, esse assunto gera muita dúvida. Com certeza, você já perdeu alguns pontinhos, em alguma prova da faculdade por conta disso, não é mesmo?

Grandezas e Sistema Internacional de Unidades(S.I)

Para compreender os múltiplos e submúltiplos, vamos compreender o que é uma Grandeza e o Sistema Internacional de Unidades:

  • Grandeza: Na Física, uma grandeza é tudo aquilo que pode ser medido e nos possibilita compreender suas características numéricas ou geométricas. As grandezas são classificadas como Grandeza Escalar e Grandeza Vetorial.
  • Sistema Internacional de Unidades: É um conjunto padronizado com definições para unidades de medida, utilizado praticamente em todo mundo, com o objetivo de uniformizar as medições e facilitar o uso por diferentes pessoas. Possui sete unidades básicas e, também, as unidades derivadas.

As unidades básicas do SI são:

Algumas medidas derivadas do SI:

Agora, que foram apresentadas as unidades básicas e algumas das unidades derivadas do SI, vamos compreender melhor o que são Múltiplos e Submúltiplos.

Múltiplos e Submúltiplos

Vimos as unidades padrão anteriormente. Mas, em certos casos, trabalhamos com unidades com números grandes ou muito pequenos.O uso desse recurso é bastante aplicado no campo da Engenharia. Transmitindo, rapidamente, a ordem de grandeza do número trabalhado, como por exemplo, quando lidamos com valores de capacitância 0,000000001F que é equivalente a , ou seja, 1nF. Para deixar as coisas mais simples, veja a tabela abaixo com múltiplos e submúltiplos:

Em diversos problemas, você vai ver no enunciado, um valor em um certo submúltiplo e você deverá trazer para a unidade padrão. Ou ainda, verificar valores com um prefixo demonstrando ser um múltiplo de uma determinada unidade. E, como realizar a mudança de um valor de mili, por exemplo, a para a sua unidade principal?

Convertendo valores sem dor de cabeça…

O nosso objetivo principal, nesse artigo, é mostrar a você que, transformar um valor de metro para milímetro ou um valor de centímetro, é simples e vamos apresentar funcional. Para isso, entenda como é feita a conversão de um valor para outro.

A mudança é realizada da seguinte maneira:

  • Quando você sai de uma base para outra à esquerda, você deve realizar a divisão por 1 mil. Exemplo: 1000A, indo para o próximo valor à esquerda vou ter o múltiplo quilo, ou seja, dividirei por mil, sendo assim 1kA;
  • Outro exemplo é o seguinte: você tem 10mA e deseja passar para a unidade base A, ou seja, o próximo valor à esquerda, você deve dividir por 1mil, sendo assim ficará 0,01A;
  • Quando você sai de uma base para outra à direita, você deve realizar a multiplicação por 1 mil. Exemplo 1MW, indo para o próximo valor à direita vou ter o múltiplo quilo, ou seja, vou multiplicar por mil, sendo assim 1000kW;
  • Outro exemplo é o seguinte: você tem 1mW e deseja passar para a micro que está à direita (veja a imagem logo acima :P), ou seja você vai multiplicar por mil, sendo assim 1000μW.

Parece ser um pouco confuso, mas com essa pequena tabelinha em mãos e partindo do seguinte principio:

  • Partindo da unidade, seja base, múltiplo ou submúltiplo, para outra à esquerda, divide-se por mil;
  • Partindo da unidade, seja base, múltiplo ou submúltiplo para outra à direita, multiplica-se por mil.

Com isso em mente, perceberá que as conversões se tornarão bem mais fáceis e você, dificilmente, errará. Agora, vou mostrar pra vocês um segredinho que ajudou e muito e creio que vai ajudar você, que está lendo esse artigo.

Simplificando a conversão…

Uma outra maneira de realizar a conversão e eliminando, até, a necessidade de cálculos é usar uma pequena tabela com os múltiplos à esquerda a base ao centro e submúltiplos à direita, organizando-a conforme descrito, ficará como a imagem abaixo:

Com essa tabela montada, vamos dar um exemplo simples de como utilizar:

  • Converter 1m em milímetros:

Coloque o valor 1 na unidade base, pois estamos em metros, não há nenhum prefixo no mesmo. Preencha com zeros até o submúltiplo, que no caso é o mili.

Pronto, perceba que visualmente já sabemos que 1m equivale à 1000mm.

Agora, vamos à outro exemplo de como essa tabela é uma verdadeira mão na roda:

  • Converter 1cm para 1m:

Coloque o valor 1 no submúltiplo correspondente e preencha, com zeros, até onde deve preencher, no caso a unidade base. A vírgula ficará à esquerda do meu último valor significativo que no caso é 1.

Pronto, perceba que visualmente já sabemos que 1cm equivale à 0,01m.

Essa tabela é muito bacana, com sua utilização simples e fácil de compreender, e para finalizar, vamos à um último exemplo.

  • Converter 100mm para 1m:

Coloque o valor menos significativo à direita da tabela no espaço m(mili), e desloque para sua esquerda os valores até completar a tabela. Ao finalizar os valores significativos, preencha com zeros até a unidade base no caso. A vírgula ficará à esquerda do meu último valor significativo que no caso é 1.

Pronto, perceba que visualmente já sabemos que 100mm equivale à 0,1m.

Ela pode ser utilizada para conversões com mais múltiplos e submúltiplos, também sem problemas. Entretanto, para apenas mostrar o conceito, mostramos casos simples, com o intuito de demonstrar como esse recurso poderá lhe auxiliar.

Para finalizar …

Múltiplos e Submúltiplos, geralmente, é um terror para quem está nos primeiros semestres.Suas conversões, além de ter que trabalhar com unidades, das operações, que podem dar um nó na cabeça. Nosso objetivo é simplificar e mostrar que, é possível se virar com essas conversões sem dor de cabeça!Espero, de verdade, que tenha lhe auxiliado esses pequenos macetes rs.

Estamos nessa linda jornada da Engenharia, em que cada passo deve ser comemorado! E, se você quer saber para o que serve Derivada, de uma passadinha em nosso artigo, onde desmistificamos o assunto e foram mostrados exemplos práticos. Além disso, tivemos o prazer de lhe mostrar, também, que a Integral tem utilidade…Que aquela tabela toda serve pra algo prático, e para muita coisa por sinal rs.

Gostou? Compartilhe e de seu feedback! Isso é fundamental para melhorarmos nosso conteúdo e produzir, ainda mais, artigos para ajudar mais e mais pessoas.

Muito obrigado e até a próxima!

Yhan Christian

0 Comentários

Deixe seu comentário.