Circuito Ponte H com relés

Olá meus queridos caiçaras! Hoje, vamos continuar nossa nova série de postagens com circuitos simples. Caso não tenha visto o artigo anterior, “Fonte simétrica +5/-5 V”, não deixe de conferir, pois com certeza vai ajudá-lo bastante. Bom, nesse post, como o título sugere, falarei novamente de ponte H… Mas, dessa vez, a sua montagem será com Relés.

Por que fazer a ponte H com relés?

A ponte H é um circuito muito empregado para controle de motores. E, no artigo “Circuito ponte H“, expliquei seu funcionamento e algumas de suas aplicações. Recomendo, fortemente, que leia esse artigo.

Como mencionei, esse circuito é largamente aplicado. O mesmo pode usar transistores bipolares, MOSFETS ou circuitos integrados, onde se destaca o CI L293D, muito utilizado pelo público Maker, que faz projetos com Arduino.

Dessa vez, vamos mostrar o controle de Ponte H com a utilização de Relés.

Vamos à lista de componentes…

1 – Motor DC;

2 – Relays 12VDC;

2- Diodos 1N4007;

2 – Resistor de 330Ω;

2 – Resistor de 100Ω;

2 – Opto acoplador 4N25;

2 – Transistores TIP122;

2 – Conector borne KRE 2 vias;

1 – Barra de pinos p/ fazer um jumper de 3 posições;

2 – LED verde ou a cor que preferir;

Caso queira montar o circuito em uma placa de circuito impresso, você pode comprar itens adicionais como: uma placa e fenolite face simples 7 x 7 cm, percloreto de ferro e caneta para retroprojetor, além de contar com ferro de solda e estanho, para realizar a solda dos componentes na placa.

Funcionamento e diagrama esquemático

O funcionamento é bastante simples: ao deixar o jumper em 1 e 2, o motor girará no sentido anti-horário, onde existe um led para indicar que o motor está girando naquele sentido. Ao deixar o jumper em 2 e 3, o motor girará no sentido horário, onde também tem o seu led indicativo. Os opto acopladores tem a função de isolar o acionamento da carga, no caso o motor com o sinal enviado, garantindo assim maior confiabilidade no circuito. Os transistores, empregados para acionar os relés, funcionam como drivers de corrente. E, por fim, utilizam-se diodos para proteção de corrente reversa, sendo uma boa prática em qualquer acionamento de cargas, que utilizam o eletromagnetismo como princípio de funcionamento (motores, relés, etc).

Essa é a explicação de forma resumida do funcionamento do circuito. Veja como o mesmo é simples:

Como venho fazendo nos posts anteriores, veja o layout da placa de circuito impresso. O mesmo foi criado utilizando o Proteus Professional 8, mais precisamente o ARES.

Visualizando a placa de uma forma mais amigável rs.

Para finalizar…

Bom galera, eu espero que tenham gostado de mais um exemplo de ponte H, utilizando transistores, opto acopladores e relés, que são componentes de baixo custo e fácil aquisição. O que gostaria de salientar é o uso de opto acopladores, muito presente, em circuitos de interface entre comando e potência. Isso, devido a sua característica de realizar uma isolação elétrica dos circuitos, garantindo maior confiança.  Afinal, é melhor perder um componente de baixo custo, do que todo um sistema de comando por trás do acionamento de um circuito de potência! Recomendo que pesquisem sobre as diversas aplicações deste componente fantástico.

Espero que o artigo tenha lhe auxiliado de alguma maneira! Deixarei disponíveis os materiais para download, para você analisar os detalhes e alterar o projeto como desejar. Caso tenha qualquer dúvida, estou à disposição para esclarecimentos. Deixe seu comentário, que responderei o mais rápido possível. Agora, não deixe de clicar aqui e baixar os arquivos do projeto.

Gostou? Compartilhe e de seu feedback! Isso é fundamental para melhorarmos nosso conteúdo e produzir, ainda mais, artigos para ajudar mais e mais pessoas.

Muito obrigado e até a próxima!

Yhan Christian

2 Comentários

    • Leandro boa tarde!

      O resistor neste caso serve para limitar a corrente de polarização de base do transistor. O transistor serve como uma interface para chaveamento de potência, visto que a corrente fornecida pelo opto acoplador 4N25 é baixa, para acionamento de 1 motor. Por conta disso, faz-se necessário um transistor para o chaveamento desta carga que requer maior corrente.

      Utilizou-se o opto acoplador para fazer o isolamento elétrico entre a ponte H e o circuito de comando que desejar implementar para a mesma.

      Espero que tenha lhe auxiliado.

      Abraços,

      Yhan Christian


Deixe seu comentário.

%d blogueiros gostam disto: