Canteiro de Obras: Armazenamento de Materiais

Fala galera, tudo certo?! Bom, no post de hoje resolvi trazer um tema, do qual tenho muito carinho. Afinal, ele foi o tema central do meu Trabalho de Conclusão de Curso (o trevoso e medonho TCC kkk) da época do Curso Técnico. Como o próprio título já denuncia, hoje nós vamos falar sobre o armazenamento de materiais dentro do canteiro de obras. Se você ainda não leu nosso post da semana passada em que falamos sobre os materiais para a construção das instalações de um canteiro, clique aqui e confira! Agora, se você já está por dentro, role essa tela para baixo e… Divirta-se!

Primeiramente…

Quando falamos sobre o armazenamento dos materiais dentro de um canteiro de obras, alguns princípios básicos devem ser seguidos, como o respeito quanto à altura das pilhas dos materiais, o zelo com relação ao contato dos mesmos com umidade e a proteção contra a mistura entre eles. Além disso, também são levados em consideração alguns critérios de logística, como a redução do transporte, o planejamento das vias de acesso e locais para esse armazenamento e a aplicação de regras de uso (o primeiro material que entra, é o primeiro a ser usado).

Entretanto, esse planejamento todo não pode, somente, ocorrer no início da obra. Ele deve ser constante, adequando o ambiente de estocagem a cada mudança, decorrente das etapas da obra.

Atualmente, uma solução encontrada para lidar com essa estocagem de forma eficiente foi a diminuição dos estoques dentro da obra, principalmente de materiais de custo elevado, como metais e louças. Ao invés de estoca-los, são fechadas parcerias com os fornecedores desses materiais, que os entregam quando há a necessidade (já ouviu falar do Just-in-time? É mais ou menos isso!)

Planejar, planejar, planejar…

Essa é a palavra-chave quando falamos de um canteiro de obras. Principalmente da estocagem dos materiais. O primeiro passo desse planejamento é a programação das compras de materiais e insumos com a equipe de suprimentos e fornecedores. Dessa forma, é possível alinhar os períodos de entregas, compatibilizando os prazos com cada etapa da obra. Depois disso, que realmente se inicia o processo de planejamento do espaço físico do estoque.

Em ambas as partes desse planejamento, é importante a presença do almoxarife, para entender o processo de entrega de todo o material, de acordo com a evolução da obra. Dessa forma, será mais fácil definir o espaço necessário em cada etapa da obra, compatibilizando as atividades executadas em cada fase da mesma, com o estoque.

Na hora que o material chega…

Ao receber o material na obra, não se pode esquecer de verificar algumas coisas importantes, tais como:

  • Se a carga corresponde, exatamente, ao pedido realizado (marca, quantidade);
  • A existência de avarias nas embalagens, decorrentes do transporte;
  • Qualidade do produto (aspecto superficial, dimensões, esquadro).

É recomendado que só seja comprado o que é, realmente, necessário para aquela etapa em que a obra se encontra. Isso porque, dessa forma, as perdas são evitadas.

Agora, apresento a vocês alguns toques de como armazenar os materiais dentro da obra…

 

Areia e Brita

Onde armazenar?

Esses materiais devem ser colocados em baias planas, cercadas e próximas ao portão de materiais. No caso do local ser descoberto, recomenda-se que eles fiquem sob uma cobertura de zinco ou lona plástica.

Até quando dura?

Não há prazo de restrição para o seu uso.

Como deve permanecer?

Deve-se evitar seu contato direto com o terreno, que de preferência, seja pavimentado e apresente contenções laterais, impedindo o escoamento decorrente de chuvas.

Quanto de espaço reservar?

Reservar espaço uma área aproximada de 12,5m², para cada 10m³ de areia ou brita, com altura de 80cm.

E se eu não tomar cuidado, o que pode acontecer?

Se o local de estocagem não for pavimentado, pode ocorrer a contaminação do estoque pelo contato com o solo da obra.

Cimento e Cal

Onde armazenar?

Eles devem permanecer em um ambiente fechado e longe de umidade.

Até quando dura?

Devem ser usados até, no máximo, 30 dias.

Como deve permanecer?

Ambos os materiais devem ser estocados sobre estrados de madeira, forrados para evitar a umidade presente no solo, com sacos isolados do piso e afastados em 30cm das paredes. No caso do cimento, as pilhas devem ter, no máximo, 10 sacos. Já no caso da cal, essas pilhas podem ter até 15 sacos.

Quanto de espaço reservar?

No caso do cimento, reservar no mínimo 9m², para cada 200 sacos de 50kg cada. Já para a cal, reservar, também no mínimo, 5m² para cada 200 sacos de cal de 20kg cada um.

E se eu não tomar cuidado, o que pode acontecer?

Se eles entrarem em contato com umidade, os mesmos endurecem e estragam… Simples assim!

Madeira para fôrmas

Onde armazenar?

As chapas de compensado podem permanecer em local aberto, sempre cobertas com lona plástica.

Até quando dura?

Não há prazo de restrição para o seu uso.

Como deve permanecer?

Esse material deve ficar sobre pontaletes e longe do contato com o solo. Orienta-se que as pilhas devam ter 50cm de altura, seguindo as normas de tabicamento (colocam-se ripas transversais entre elas, para haver circulação de ar pelas peças).

Quanto de espaço reservar?

Aproximadamente 5m² para até 30 chapas de madeira.

E se eu não tomar cuidado, o que pode acontecer?

Elas podem empenar, criar deformações e se deteriorarem em contato com a umidade.

Telhas cerâmicas

Onde armazenar?

Esse material até pode ser alocado em espaço aberto e arejado, entretanto coberto. Caso não seja, as telhas devem ser cobertas com lona plástica, preservando-as da ação de intempéries.

Até quando dura?

Não há prazo de restrição para o seu uso.

Como deve permanecer?

Elas devem ser postas verticalmente, em até 3 fiadas sobrepostas, em espaço plano sobre uma camada de areia. Elas não devem ter contato com o solo da obra. A parte da telha que tem o pré furo precisa ficar voltada para baixo. E, deve-se evitar o transporte desse tipo de material, tirando-o do estoque somente para a construção do telhado.

Quanto de espaço reservar?

Em média, 6m².

E se eu não tomar cuidado, o que pode acontecer?

Elas podem apresentar dilatações higrotérmicas e quebras.

Louças Sanitárias.

Onde armazenar?

Esse material, pela sua sensibilidade, deve ser colocado em local coberto, onde eles serão instalados. Os mesmos não devem ficar perto de materiais agressivos ou abrasivos.

Até quando dura?

Não há prazo de restrição para o seu uso.

Como deve permanecer?

De preferência, elas devem ficar em suas embalagens originais, sendo alocadas conforme indicado pelo fabricante. Todas as partes devem ser protegidas com papel ou plástico, evitando o contato com os apoios. Entretanto, se não for possível, deve-se posicionar ripas de madeira entre as peças, impedindo riscos e contato direto entre as superfícies.

Quanto de espaço reservar?

Por volta de 20m².

E se eu não tomar cuidado, o que pode acontecer?

Elas podem sofrer riscos, avarias e até quebras.

Tijolos e Blocos

Onde armazenar?

Eles até podem ser armazenados a céu aberto, numa parte nivelada do terreno, desde que os mesmos sejam cobertos com uma lona plástica.

Até quando dura?

Não há prazo de restrição para o seu uso.

Como deve permanecer?

Para pilhas com altura a partir de 1,2m até 1,4m, deve-se escalona-las ao centro com inclinação aproximada de 10%. Eles podem ser empilhados como se estivessem em amarração, ou seja, dispostos em fiadas, variando o sentido dos blocos (ou tijolos), para dar mais estabilidade. Recomenda-se executar um contrapiso onde eles serão armazenados.

Quanto de espaço reservar?

Para cada 1000 unidades, recomenda-se um espaço de 8m². Porém, o planejamento de entregas deve ser realizado em função da execução da obra, de maneira a diminuir ao máximo seu estoque.

E se eu não tomar cuidado, o que pode acontecer?

Podem ocorrer variações em suas dimensões, quebras e perdas de material por conta disso.

Vergalhões

Onde armazenar?

Em local seco e longe de intempéries, podendo ser alocados em prateleiras, cavaletes ou empilhados no próprio piso. Para separá-los, devem ser usadas estacas de madeira.

Até quando dura?

Não devem ser expostos a céu aberto por mais de 90 dias.

Como deve permanecer?

Devem ser separados por bitola. Até podem ser armazenados em locais abertos, porém precisam ser cobertos por lona plástica.

Quanto de espaço reservar?

O local deve ter cerca de 3m x 15m. No geral, o comprimento do local deve ser de 15 metros e a largura mínima deve ser o espaço que permita a estocagem do aço, de acordo com a bitola.

E se eu não tomar cuidado, o que pode acontecer?

Se esse material ficar exposto às intempéries e/ou em contato com o solo, podem sofrer corrosão.

Esquadrias de alumínio

Onde armazenar?

Devem ficar estocadas em locais fechados, com baixa umidade e isentos de pó ou poeira, sem contato com materiais abrasivos.

Até quando dura?

Não há prazo de restrição para o seu uso.

Como deve permanecer?

Devem ser armazenadas na própria embalagem em posição horizontal. Deve-se evitar respingos de argamassa nas mesmas.

Quanto de espaço reservar?

Por volta de 20m².

E se eu não tomar cuidado, o que pode acontecer?

Elas podem sofrer riscos e avarias dimensionais.

Tubos e Conexões de PVC

Onde armazenar?

Eles devem ser colocados em locais fechados, organizados por bitola e cobertos, livres da ação direta no sol.

Até quando dura?

Não há prazo de restrição para o seu uso.

Como deve permanecer?

Esses tubos devem ser escorados lateralmente, com pilhas não ultrapassando 1,8m de altura. Outra opção para acondiciona-los são ganchos nas paredes. Se eles forem postos em prateleiras, organizá-los conforme sua seção.

Quanto de espaço reservar?

Aloca-los em ambiente que possua, no mínimo, 6m de comprimento.

E se eu não tomar cuidado, o que pode acontecer?

Se eles ficarem expostos a luz solar, podem sofrer deterioração por parte dela, além de perdas por danos e quebras.

Tintas

Onde armazenar?

Elas devem ficar dentro do almoxarifado, depósito ou sala bem ventilada. Tais locais não devem possuir nenhum tipo de combustível. Isso porque, com exceção das tintas à base de água, a maioria delas possuem solventes orgânicos inflamáveis.

Até quando dura?

Atentar-se ao prazo de validade impresso na embalagem, que varia de uma para a outra.

Como deve permanecer?

Aloca-las em prateleiras firmes e resistentes, que aguentem o peso das mesmas. Dentro do ambiente, a temperatura não deve ultrapassar 40°C. Elas podem ser empilhadas de 10 em 10 galões ou de 5 em 5 baldes de 18 litros. Importante lembrar que, as tintas devem ser dispostas de tal forma que, as primeiras a serem compradas, devem ser as primeiras a serem usadas.

Quanto de espaço reservar?

O local deve possuir, no mínimo, 2m².

E se eu não tomar cuidado, o que pode acontecer?

A qualidade da tinta pode ficar comprometida, além do risco de incêndio, dependendo de sua composição.

Finalmente, concluindo…

Boa galera, por hoje é isso aí! Bem, se você gostou dessa postagem, compartilhe com suas redes de contato, propague a informação por aí! Afinal, sua dúvida pode ser a mesma que a de outras pessoas que você conheça. E se você ainda não é inscrito, inscreva-se no nosso Blog e receba as nossas atualizações, beleza?

Agora, se você já é inscrito e gostou ou não dessa postagem, ou tem alguma sugestão, deixe um feedback aqui embaixo. Sua opinião é muito importante para a evolução do nosso conteúdo.

Até a próxima!

Amanda Lima.

 

0 Comentários

Deixe seu comentário.